Bergamo

Bergamo, ao pé dos Alpes Orobi situada entre o Vale Brembana e as planícies da Lombardia, é um explêndida cidade medieval que conta com cerca de 130.000 habitantes a residirem num território de aproximadamente 40 quilómetros quadrados.

Bergamo situa-se no coração da Lombardia e faz fronteira com outras cidades lambardas: Sondrio a norte, Brescia a este, Cremona a sul e finalmente Milão, Monza-Brianza e Lecco a oeste.

No primeiro impacto deparamo-nos com uma cidade particularmente urbanizada, dividida pela parte alta, daí o nome Cittá Alta, construída sobre uma colina, o verdadeiro coração artístico e cultural de Bergamo, remanescente à época romana, refúgio estratégico de defesa contra os invasores, protegida pelo famoso Muro Venete que delimita o perímetro, e a parte Baixa que representa o lado mais comtemporâneo da cidade, com edifícios modernos, a sede do município, da província, da prefeitura e das principais instituições locais e nacionais.

Saíndo da estação ferroviária de Bergamo Baixa, verdadeiro ponto de partida da cidade, percorre-se a principal arteria da cidade, Avenida Papa Giovanni XXIII, a qual conduz até à Cittá Alta, chega-se ao Largo Porta Nuova, onde encontramos a Piazza Matteotti, sede do município, que abre caminho até à Via XX Settembre, uma rua repleta de de lojas instaladas em magnificas fachadas antigas. Continuando pela Via XX Settembre encontramos o famoso “Sentierone”, uma avenida com árvores no coração da cidade, ladeada por arcadas e lajes de pedra, construídas por comerciantes establecidos desde 1620. Conhecida pela sua tradição, todos os anos realiza-se em Sentierone uma feira com os mais variados produtos tradicionais, famosa pelas bancas de Santa Lucia, no coração do preíodo Natalício.

Percorrendo a Viale Papa Giovanni XXIII chegamos à Piazza della Repubblica, onde encontra o Hotel Excelsior San Marco, o mais antigo e prestigiado hotel de Bergamo, numa localização soberba sobre a Città Bassa e a Città Alta.

A apenas 300 metros do hotel encontra-se também o primeiro funicular que liga a planície à colina, utilizado ainda por muitos turistas. O segundo funicular liga, por sua vez a Città Alta, perto da porta Sant´Alessandro no topo da colina San Vigilio.